fbpx

5 Dicas Básicas de Mecânica

É péssimo acordar logo cedo de manhã, sair de casa para trabalhar numa boa e descobrir que o carro apresenta algum problema ou nem dá sinal de vida, simplesmente não liga. Mas é pior ainda se acontece quando você já está na rua! Ninguém quer ficar na mão por falta de reparos simples no carro, não é mesmo!?

Para evitar que isso aconteça, é importante ter, pelo menos, uma noção básica sobre mecânica automotiva. Por isso, separamos 5 dicas básicas sobre mecânica:

1. Barulhos estranhos

A melhor maneira de identificar problemas no carro é prestar atenção aos barulhos e usar os sentidos. Com isso, você consegue descobrir em que região está o problema de acordo com o ruído emitido. Por exemplo, se você ouvir barulho na parte superior do motor, podem ser as válvulas batendo. Se o barulho vier do meio ou da parte inferior do motor, algo pode estar funcionando com folga ou falta lubrificação nas peças. Mas se o barulho for como várias pancadas, requer mais atenção, pois pode ser sinal de que o motor está fundindo.

2. Tanque na reserva

O hábito de andar com o tanque vazio pode trazer problemas, como o entupimento dos filtros e bicos injetores, além de prejudicar a injeção eletrônica do carro. Se você é dessas que vive com a luzinha do painel acesa por estar na reserva, saiba que são grandes as chances de o carro começar a engasgar e perder a força por causa do seu descuido.

3. Bateria agonizante

Para não ficar na rua e não passar pela situação constrangedora em que um homem aparece sugerindo fazer o carro “pegar no tranco” ou fazer uma “chupeta”, faça o teste de carga da bateria em qualquer eletricista.

Mas saiba que “chupeta” é a técnica de ligar a bateria vazia à outra bateria cheia para carregar um pouco de energia. E que “pegar no tranco” é aquela medida emergencial em que se dá uma empurrada no carro para forçar a partida sem utilizar o motor de arranque.

4. Freios cantando

Quando os freios assobiam de leve, pode ser o material usado na fabricação das pastilhas de freio em contato com o disco, ou mesmo por causa de alterações de temperatura e umidade do clima. Mas, se ao frear, o barulho se parecer com o atrito entre metais, é possível que esteja na hora de trocar as pastilhas de freio que já estão bem gastas.

5. Superaquecimento

Uma tarefa que é super recomendável, mas quase ninguém faz é ler o manual do carro, não é verdade!? O manual contém algumas dicas de mecânica, várias informações importantes sobre o carro, além do significado das luzes do painel.

O superaquecimento do motor é um dos problemas que é identificado pelas luzes do painel. O indicador acende quando a temperatura do motor do carro ultrapassa o valor ideal que, normalmente, é de 90°C. Quando isso acontece, deve-se parar o carro imediatamente e, de preferência, em um posto de gasolina. Lá, você conseguirá verificar se existe líquido no reservatório do radiador, se pode ser um vazamento ou algum problema na válvula termostática. Rodar com o carro superaquecido é perigoso, por isso, o ideal é procurar um mecânico.

 

Faça a manutenção do carro adequadamente e fique atenta aos sinais que o próprio carro dá. Assim, conseguirá agir preventivamente e não terá problemas no dia a dia.

 

Gostou? Compartilhe com mais pessoas!

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Enviar Mensagem
Precisa de Ajuda?
Olá,
Como Podemos Ajudar?